TCHAU - Trabalhar, Cooperação, Humanidade, Amor, União

Parceiros

Organização

 

 

A Instituição Cristã de Amparo ao Jovem – ICAJ é uma Entidade legalmente constituída desde o ano de 1989, sem fins lucrativos, voltada ao Acolhimento Institucional de pré-adolescentes e adolescentes, do sexo masculino, órfãos ou impossibilitados do convívio familiar, encaminhados pelo Juizado da Infância e Juventude, pelo Ministério Público do Estado ou pelos Conselhos Tutelares de Salvador. Na Instituição os acolhidos moram durante o período necessário à promoção do retorno à família de origem (quando isso é possível) ou até que se dê a colocação judicial em família substituta. Quando estas duas possibilidades se mostram inviáveis, passa-se a trabalhar na perspectiva da construção de um projeto de vida independente da família, que só se concretizará com a maioridade do acolhido. Durante todo o período de acolhimento são garantidos aos préadolescentes e os adolescentes todos os direitos definidos em Lei, além daqueles que fazem parte da nossa proposta de trabalho. Todos os nossos assistidos estudam em escolas públicas e, a depender do desenvolvimento educacional, em escolas particulares (com bolsa de estudos).

Conforme a idade e a escolaridade, eles são inseridos em cursos de formação profissional, no Programa Adolescente Aprendiz ou iniciados no mercado formal de trabalho. Além de contar com uma equipe profissional composta de Coordenador, Educadores, Cozinheiros, Educadores de Apoio, Assistente Social e Psicóloga, existem ainda profissionais que atuam de forma voluntária na composição e atuação da Diretoria, na complementação escolar, na realização de eventos, na realização de atividades esportivas e recreativas, na busca por parcerias e na busca por atendimentos médicos específicos.

 

Experiência em projetos de cooperação e parcerias

AICAJ tem uma boa experiência na participação de projetos de cooperação no estado da Bahia, sendo parceira de AiBi Brasil na implementação de ações de caráter educativo, teatral e de iniciação musical para os acolhidos e adolescentes em situação de vulnerabilidade social que moram no entorno da estrutura. A equipe tem um vasto conhecimento multidisciplinar e competências significativas na realização dos projetos. A ICAJ, desde o primeiro momento, busca mostrar ao acolhido que trabalha num modelo o mais próximo possível do familiar, e o mais distante possível do modelo institucional, para que a adaptação possa se dar de maneira bastante tranqüila. Além disso trabalho no intuito de fazer com que o acolhido seja o protagonista di próprio projeto de vida, projeto que é montado junto ao mesmo, seguindo as suas aptidões e desejos.

 

 

Gerenciamento de projetos

Servizio Gabinetto del Presidente della regione e degli Affari istituzionali

Diretor:
ing. Mariolga Mogavero

Project Manager e Coordenador:
avv. Mario Ialenti

Project Manager Administrator:
dr. Adolfo Fabrizio Colagiovanni

Login

O projeto TCHAU - Trabalhar, Cooperação, Humanidade, Amor, União pretende contribuir ao desenvolvimento social da população da cidade de Salvador da Bahia e a fortalecer suas políticas sociais dentro da sociedade civil, através a constituição de uma rede entre organizações sem fins lucrativos e autoridades locais brasileiras e italianas.

O projeto visa favorecer um aumento de 30% do nível de emprego entre os jovens nesta área, estimulando a emancipação econômica de jovens em situação de vulnerabilidade, e promovendo a participação e a sensibilização de 40.000 cidadãos dos dois bairros, Boca do Rio e Acupe de Brotas, em Salvador da Bahia, relativamente as iniciativas tomadas e sobre as temáticas sensíveis abrangidas pelo projeto.

O projeto TCHAU - Trabalhar, Cooperação, Humanidade, Amor, União visa implementar, apoiar e desenvolver um centro poli-funcional na cidade de Salvador de Bahia, capital do Estado de Bahia, precisamente dentro do bairro Boca do Rio, no centro paroquial S. Francisco d’Assis, onde desenvolver atividades formativas e educativas para jovens em situação de vulnerabilidade social, econômica e com necessidades especiais. O projeto mira envolver nas atividades pelo menos 60% dos jovens que habitualmente freqüentam o centro paroquial S. Francesco d’Assis, com uma inserção no mundo do trabalho de pelo menos 50% dos jovens formados. 20% dos jovens são encaminhados para participarem de algum espaço de participação (Rede de Combate, Encontro Estadual de Juventude, Fóruns DCA e outros).